Animated loader dots14ComingSoonAnimated loader dots
Drinking water
Água e Águas Residuais

Ozono para água potável

Geração de ozono a partir de oxigénio puro para a desinfecção da água potável e para a remoção de odores e sabores.

O ozono pode ser adicionado em vários pontos ao longo do processo de purificação da água: na fase de pré-oxidação, oxidação intermédia ou desinfecção final.

O ozono é um produto instável. Não pode ser armazenado e deve ser produzido no local a partir de oxigénio, utilizando geradores dedicados. A Gasin, sendo um dos maiores produtores de oxigénio, desenvolveu ao longo dos anos a experiência que nos permite ajudar os nossos clientes a optimizar os seus processos com o ozono.

Vantagens do uso de oxigênio

ap0028-oxygen2
Oxigénio vs. ar para a produção de ozono

O uso de oxigénio puro para produzir ozono permite concentrações mais elevadas no gás de alimentação. Isto proporciona maior solubilidade.

ap0127-electronics
Menor consumo de energia

Na produção de ozono, o oxigénio puro produz uma redução directa dos custos em relação ao ar, reduzindo a potência necessária em 2,5%.

ap0088-dollar-sign
Custos de manutenção mais baixos

O uso de oxigênio puro é compatível com qualquer gerador de ozônio, além de prolongar sua vida útil e reduzir os custos de manutenção.

ap0056-sync
Design flexível

O oxigênio puro proporciona a flexibilidade de geração necessária em qualquer processo de tratamento de água.

Soluções

Pergunte ao especialista

Jordi Mallen Pomes
Jordi Mallén-Pommes

Responsável do Segmento

Devo usar oxigénio ou ar para o meu gerador de ozono?

Para converter oxigênio em ozônio, suas moléculas devem ser quebradas e reformadas. Este processo utiliza energia elétrica para quebrar as moléculas de oxigênio. Este processo é geralmente realizado com geradores de ozônio de alta tensão (descarga corona). Uma vez separadas, a maioria das moléculas se reestabilizará sob a forma de oxigênio. No entanto, neste processo, parte do oxigénio é convertido em ozono. Este processo requer um alto consumo de energia para quebrar a molécula de oxigênio e obter um fluxo com uma baixa concentração de ozônio. Se for utilizado ar, os geradores consumirão muito mais energia do que se for utilizado oxigénio puro, devido à elevada concentração de gases inertes como o azoto. Os processos que utilizam oxigénio puro são mais eficientes devido à concentração deste gás. Em paralelo, a concentração de ozono pode ir de 3-4% com o ar a 12-14% se for utilizado oxigénio e a energia necessária seria três vezes inferior. O fluxo de ozono altamente concentrado é também mais eficiente em termos de transferência de massa para outros usos.

Ler mais